Josh Hutcherson faça sobre a vida depois de “Os Jogos da Fome”

O The Daily Beast falou recentemente com o nosso filho do padeiro, Josh Hutcherson, e comentaram a vida depois d’Os Jogos da Fome, o que pensa do recente hack a celebridades, e o seu novo filme, “Escobar:  Paradise Lost”.

Josh Hutcherson

Sobre o hack de celebridades que envolveu Jennifer Lawrence:

“É horrível”, disse ele. “eu não falei com ela desde que isso aconteceu, mas tanto quanto vi como o público, o Twitter e os media reagiram, foi horrível. Representamos porque é o que queremos fazer. Eu represento desde os 9 anos de idade porque é o meu trabalho, é aquilo em que sou bom, e o que adoro fazer. Não quero atenção. Não quero ter a minha vida privada vista por pessoas que pensam que devem saber sobre a minha vida. E as pessoas dizem, “Então, não devias ter-te tornado ator.” Que se fodam. Eu não escolhi isso. Eu tinha 9 anos! Acham que um miúdo de 9 anos pensa em escandalo público? Eu queria fazer filmes.”

Ele faz uma longa pausa. “Faz-me ter vontade de fugir de tudo e escapar para uma ilha pequena longe de toda a gente.”

Sobre estar num franchise Jovem Adulto:

Ao contrário das estrelas de outros franchises, como Twilight, Hutcherson está feliz pelo elenco de “Os Jogos da Fome” não ser visto pelo público como propriedade, o que lhe dá a possibilidade de fazer outros projetos como “Escobar.” Isso, diz ele, é por causa de Lawrence.

“Tivemos sorte!”, diz ele. “Penso que ajuda muito o facto de a Jennifer ser quem é, ter feito o trabalho que fez. Dá-nos credibilidade estar associados a ela, porque ela esteve nomeada a diversos Óscars e ganhou um. Também, “Os Jogos da Fome” não nos criou. Os criadores trouxeram todos os membros do elenco para o projeto e todos ajudamos a criar. Penso que essa é a verdadeira razão pela qual não estamos ligados ao filme de forma negativa.”

Sobre terminar “A Revolta – Parte 1″:

O final de duas partes do franchise, “A Revolta”, terminou as filmagens em Junho. Segundo Hutcherson, o final foi “agridoce”, e como resultado, o elenco não teve uma grande celebração do final.

“Filmámos em nive meses e no último, toda a gente estava cansado e não queriamos uma g rande festa no fim”, diz ele. “Penso que estavamos tristes. Tipo, fogo, terminou. Tivemos uma festa em Berlim e como estavamos todos na Soho House, fomos para o telhado, mas nada de especial.”

Sobre Philip Seymour Hoffman :

Quando se fala em “A Revolta”, há muita especulação sobre como o filme vai lidar com a morte de uma das estrelas, Philip Seymour Hoffman, que faleceu antes de terminar as suas cenas. Os rumores dizem que o filme de Francis Lawrence iria usar Efeitos Especiais para re-criar Hoffman em pelo menos uma última cena para o propósito de continuidade. É tretas, diz Hutcherson.

“Eu apenas tive o privilégio de fazer uma cena com Hoffman, a cena do baile do último filme, mas vi-o nos bastidores muitas vezes,” diz ele. “É de loucos e chocante o que aconteceu. Eles tinham filmado quase todas as cenas dele, então não vão fazer nada estranho, efeitos especiais para o re-criar. Eles não tinham muito para trabalhar.”

Podem ler o resto da entrevista aqui.

Elizabeth Banks é uma das atrizes menos reconhecidas em Filmes

Yahoo! Movies fez uma lista das atrizes menos reconhecidas em filmes e Elizabeth Banks, que faz a nossa Effie, está na lista:

Elizabeth Banks

 

Elizabeth Banks, ‘The Hunger Games’ (2012)

Banks disse ao Chicago Sun-Times que ela passava entre três a quatro horas na cadeira de maquilhagem todos os dias para adquirir o look da personagem futurística Effie Trinket, companheira de Katniss Everdeen e Jennifer Lawrence. Não se fala sobre quanto tempo demorou a afixar aquela flor gigante à peruca dela.

 

Podem ler o resto da lista no site do Yahoo! Movies.

Distrito 13 envia pistas fotográficas a vários fansites #OLTM

O Distrito 13 tem estado ocupado a enviar várias fotografias do Distrito 13 aos vários fansites norte-americanos. Aqui fica a compilação destas imagens, acompanhadas pela seguinte descrição:

#OLTM \\\ District13.Co.in /// 21.08.14

HG Girl on Fire:

HG Girl On Fire

 

Panem Propaganda:

PanemPropaganda

QuarterQuell.org:

QuarterQuell

Welcome to District 12:

Welcome to District 12

My Hunger Games:

MyHungerGames

E o fã @maurino22 recebeu a seguinte foto:

Martino

Francis Lawrence sobre “A Revolta” e a expansão do livro

Noutra entrevista para a EW, o realizador Francis Lawrence falou sobre o novo filme, o que Katniss está a passar, e como expandiram o livro para criar o filme.

Katniss_EW

“IÉ um tempo muito confuso, comflituoso e complicado para Katniss”, diz o realizador Francis Lawrence que também realizou “Em Chamas” em 2013. “Pasar pelos Jogos mais uma vez e perder Peeta, ela está cada vez mais danificada. Então encontramo-la num sítio agitado. Ela está desamparada, confusa e zangada.”

O último livro de Collins mostra uma narrativa obscura sobre o papel de Katniss na rebelião para deitar abaixo o Capitólio, com cenas de guerra brutais enquanto a heroína adolescente lida com as consequências psicológicas trazidas pela violência. Mas, diz Lawrence, o próximo filme não será completamente obscuro.

“Existem algumas batalhas. Há algumas visões da guerra real neste filme. E a escala torna-se grande,” revela. “Há uma mudança em relação aos últimos filmes, mas ainda é muito emocional, e com algum humor e leveza.”

E não haverão muitas mudanças em relação ao livro – embora Lawrence tenha trabalhado em proximidade com o guionista Peter Craig, produtora Nina Jacobson, e  Collis para criar novos elementos que vão “surpreender até os fãs dos livros”.

“Em vez de mudar a história e as personagens tivemos a oportunidade de mostrar cenas que poderiam estar a acontecer em diferentes alturas do livro,” diz Lawrence. “Para nós é uma expansão do livro em vez de mudar coisas. Penso que é entusiasmante para um fã ver certas coisas. Então pudémos abrir o mundo e ver novos lugares. Vemos novos distritos e a escala torna-se grande.”

Também há a adição de Julianne Moore ao elenco como a presidente rebelde Presidente Alma Coin, a personagem que foi expandida para os filmes.”

“O que é interessante é que, embora ela seja uma personagem importante no livro, aparece muito pouco,” lembra Lawrence. “Há mais dela no filme do que no livro e, por causa disso, há algum desenvolvimento.”

Mas uma coisa que não mudará? O triângulo amoroso entre Katniss (Jennifer Lawrence), Gale (Liam Hemsworth), e Peeta (Josh Hutcherson).

“Com “A Revolta – Parte 1″ é complicado porque Peeta está longe dela”, nota o realizador. “Obviamente que ele se torna num objetivo, mas Gale está ali ao lado, então é uma situação complicada.”

Embora Lawrence não revele onde será a divisão do livro (“Essa vai ser uma das grandes surpresas”, diz ele), partilha que os filmes vão ter “duas histórias muito diferentes e distintas.”

“Esses objetivos tornaram-se motivos”, explica Lawrence. “É onde o significado da série aparece. A resposta para a existência destes livros existe em “A Revolta”, e é muito entusiasmante para mim. Tem sido o que me tem agarrado a estas histórias.”